ENTREVISTA A CLARICE FALCÃO

2850

“O Brasil é um lugar muito cruel para se ser mulher, para se ser qualquer tipo de mulher”

Toda ela tem luz. Clarice, como a Lispector, é Falcão. No nome e nos olhos verdes. Fez uma novela e não gostou. Toca. Canta. Compõe. Representa. Manifesta-se. Clarice teve o trampolim da série youtuber Porta dos Fundos. Sentámo-nos com ela na esplanada do Miradouro de São Pedro de Alcântara. Vinha encantada com o Santo António. Esteve ali, sem pressas. O namorado, discreto, sentado ao longe, aguardando para lhe dar a mão e calcar a calçada Lisboa fora. O que fizeram, os dois, depois disto. 

Ler artigo completo ...