Ser Mulher em Portugal no ano 2020

2601

A Maria tem quarenta e cinco anos. É casada, feliz, e não tem filhos. Sabe desde os dezoito que não os quer ter e foi nessa idade que pediu ao seu ginecologista a laqueação das trompas. O médico riu-se dela. A Maria toma a pílula desde então. Apesar de já ter experimentado várias opções de contracetivos, não se dá bem com nenhuma e continua a sentir efeitos adversos que lhe afectam a saúde física e mental. Enfrenta, como todas as mulheres que recorrem ao uso prolongado da pílula, um maior risco de contrair cancro, trombose, doenças cardiovasculares e até glaucoma. Já pediu a laqueação novamente, várias vezes, mas a resposta é sempre igual: ainda pode mudar de ideias.

Ler artigo completo ...