PMA, SIM. TAMBÉM PELA NOSSA SAÚDE

862

Última razão, porventura menos evidente: estudos na área da saúde têm demonstrado que as mulheres lésbicas têm um risco maior de cancro na mama, no útero e nos ovários. Uma das explicações científicas – que se aplicam também a mulheres heterossexuais sem filhos – é não passarem por um período de interrupção de produção hormonal como acontece na gravidez ou não tomarem a pílula, que tem o mesmo efeito. Ao dificultar-se que as lésbicas ou mulheres bissexuais numa relação com outra mulher tenham a possibilidade de engravidar por via da PMA, quando é o seu desejo, não só se contraria a sua vontade, mas em simultâneo aumenta-se infelizmente o seu risco de sofrer uma doença oncológica.

Ler artigo completo ...