PARA UMA RESPOSTA POLICIAL CENTRADA NA VÍTIMA

183

Pretende-se com este manual contribuir para a adoção, ao nível da formação de polícias, de uma abordagem centrada na vítima e, ao mesmo tempo, promover os direitos consagrados na Diretiva das Vítimas. O projeto e, muito particularmente, o manual que agora se publica, visam a construção de um ambiente “victim-friendly” de atendimento às vítimas de crimes em todos os contactos com a polícia. Pretende garantir-se que as vítimas são tratadas com respeito e sensibilidade, através do reforço das competências de comunicação da polícia e do conhecimento específico acerca das melhores práticas no contacto com vítimas de crimes, numa ótica de atuação personalizada e que tenha em conta o impacto do crime. Este modelo de formação acentua também a importância de uma intervenção especialmente sensível nos casos de vítimas particularmente vulneráveis.

Ler artigo completo ...

1
2
3
4
Partilhar
Artigo anteriorAS MULHERES? NÃO PODEM. NEM DEVEM!
Próximo artigoENTRE NÓS HÁ UM BEBÉ
Capazes é uma Associação Feminista que tem como objectivo promover a igualdade de género.