O MENINO-HOMEM QUE ME SALVOU A VIDA

3133

No fundo, ao meu filho eu permiti aquilo que o pai dele devia ter tido e nunca lho permitiram. A capacidade de dizer NÃO ao que não presta, à pequenez e mediocridade. Também por isso, por esse erro educativo tremendo e fundamental, e é bom que se perceba isto duma vez na nossa sociedade, se desenvolveu aquele ser humano infeliz, desgraçado, oportunista, inseguro e perturbado, completamente irresponsável e vingativo.

Ler artigo completo ...