MARIA DAS GRANDEZAS – LAR, DOCE LAR por Joana Neves

182

Maria das Grandezas – Lar, Doce Lar

Tenho um casaco bordeaux de meia-estação. Esta é capaz de ser a frase mais datada que alguma vez escrevi; só faltava chamar-lhe “blêiser” em vez de casaco para ficar o mais mid-90’s possível, porque acho que já ninguém chama “bordeaux” à cor-de-vinho, e meia-estação, agora, é coisa que dura praticamente o ano inteiro. Mas passe o historicismo da frase: tenho um casaco bordeaux de meia-estação e, apesar de hoje em dia quase toda a roupa ser de meia-estação, porque de manhã está verão e ao fim da tarde inverno, e vice-versa, não uso o casaco tanto quanto seria de pensar.

Ler artigo completo ...