JULGADA POR FALAR. MORTA, SE CALAR.

4354


É quase incontornável. (Quase) Sempre que se fala de violência doméstica ou de abuso sexual de crianças, quando é uma mulher a queixosa, levamos com a lengalenga das denúncias falsas e das alienadoras parentais. Não interessa que a ciência aponte para percentagens marginais de queixas falsas. Não interessa que o nosso sistema judicial esteja mais do que atento a estes casos. Não interessa que as percentagens de acusações e condenações sejam perfeitamente demonstrativas da irrelevância de potenciais falsas queixas, e que as exigências de prova nestes casos sejam elevadíssimas.

Ler artigo completo ...