Infanta D. Beatriz – Uma mulher Capaz nos Descobrimentos Portugueses

1023

Viveu os últimos anos em Beja, dedicando-se ao Mosteiro de Nossa Senhora da Conceição (atual Museu Regional de Beja), mosteiro de observância franciscana, que tinha fundado quase meio século antes com o seu marido, o infante D. Fernando. A infanta D. Beatriz viveu plenamente o seu papel enquanto mãe de D. Manuel I, participando nas festividades mais importantes do reinado do filho mas também incorporando as novidades do império português na sua vida material. É muito interessante analisar o enxoval da infanta do final da década de 40 de 1400 e o seu inventário post mortem, de 1506, onde, para além da diversidade de objetos que pode ser observada, o que ressalta são as novidades trazidas pelos Descobrimentos, há panos da Índia, papagaios, civetas africanas, porcelanas, joias variadas e muito açúcar madeirense. Mas há sobretudo objetos de índole religiosa, muitas alfaias, muitos livros, relicários, etc., alguns dos quais ainda podem ser identificados no Museu Nacional de Arte Antiga, em Lisboa, todos muito representativos da extrema devoção da infanta.

Ler artigo completo ...