Há sempre qualquer coisa

2260

Por isso vamos lá despachar o assunto:

O meu nome é Ana. Sou morena e dizem que tenho mamas descaídas.

Vou só ali imprimir uns quantos cartões de visita, a ver se tiramos isto de cima da mesa quanto antes e começamos a preocupar-nos com coisas realmente graves, como o aquecimento global e assim. Até porque cada vez mais me convenço que a aceitação do próprio corpo é um processo de desenvolvimento pessoal. Assim que resolvesse o complexo das mamas descaídas (se resolvesse) iria encontrar outro defeito terrível com que me preocupar, e tenho formas muito mais produtivas de ocupar o meu tempo…  imagine-se, tentar recuperar o milhão de horas de sono que perdi nos últimos dois anos.

Ler artigo completo ...