QUE FAÇAM NASCER DAS MINHAS MÃOS A COMPATIBILIDADE DE QUE PRECISAS. Por Ana Rita Rendas

1267

És pequenino… devíamos estar em casa a ver filmes da Disney e eu deveria zangar-me por deixares os ténis espalhados na sala; como eu adorava que tu deixasses os ténis espalhados na sala, seria sinal que andarias por aqui e com força suficiente para correres como eu vejo as crianças no parque terem. Que façam nascer das minhas mãos a compatibilidade de que precisas, é tudo o que eu penso à noite quando me afogo na almofada em soluços ocos e mudos para que tu não sintas o quão aflita eu estou; és pequenino… eu deveria levar-te ao jardim zoológico para veres os golfinhos e os leões mas em vez disso, saio na Praça de Espanha para irmos fazer tratamentos. Que façam nascer das minhas mãos a compatibilidade de que precisas; eu sou a mãe que te dá a certeza que isto vai passar mesmo que tenha um enorme aperto no peito provocado pelo medo de estar errada. Ainda assim, sempre crente e com esperança porque isso é ser mãe e tomar conta de um filho. Eu dir-te-ia que ia tudo correr bem, mesmo que estivéssemos a cair ambos de um penhasco e nos esperassem rochas porque isso é ser mãe. Que façam nascer das minhas mãos a compatibilidade de que precisas; gosto quando ris, volto a ter forças e a acreditar mais um bocadinho que vai passar mas depois pioras e é como se caísse de joelhos em lava a arder sem sequer ter fôlego para dizer uma palavra; inspiro e volto à luta, contigo sempre… por ti sempre! Que façam nascer das minhas mãos a compatibilidade de que precisas ou que apareça alguém que te salve; que as pessoas vão doar cada vez mais para que se salvem cada vez mais vidas e eu e todas as mães tenhamos mais fôlego para conseguirmos dizer um monólogo inteiro sem nos cansarmos e para que os nossos filhos possam voltar a correr no parque como antes. Que façam nascer das minhas mãos a compatibilidade de que precisas.

Ler artigo completo ...