Hoje a Cinderela seria feminista! por Vera Sacramento

1724

 

Na minha infância, nunca vivi a magia das princesas Disney. Preferia andar de bicicleta ou construir casas nas árvores, no entanto, tenho ainda bem presente o fascínio que as miúdas da minha idade tinham pelos vestidos acetinados em balão, as tiaras douradas e os sapatinhos de cristal. O deslumbramento pelo universo rosa dos castelos encantados onde todos “viviam felizes para sempre”. Há cerca de oito décadas que as princesas Disney fazem parte do imaginário de milhões de crianças em todo o mundo, levando-as a cantar os temas das bandas sonoras e a obrigar os pobres pais a gastar fortunas obscenas em merchandising. A verdade é que estas princesas refletem também a importância que a mulher tem vindo a assumir na sociedade americana, e este é o aspeto mais interessante, principalmente se estabelecermos uma ligação entre as personagens e alguns momentos-chave do movimento feminista nos Estados Unidos.

Ler artigo completo ...