13 ANOS, MEU SOLSTÍCIO DE VERÃO Por Rita Ferro Rodrigues

627

Uma da manhã do dia 21 de Junho de 2002. Nasceste, a ferros, num parto difícil para ambas: lutámos juntas logo ali, aliadas e cúmplices. Serenas sempre, mesmo quando por momentos o pânico se instalou nos outros, mantivemo-nos silenciosas e confiantes. Sem lamentos. 
Depois da tempestade inicial, passei a primeira noite toda a olhar para ti, entre ataques de riso e de choro de te ter, finalmente, ali. Sempre quis ser tua mãe, mãe de ti, rapariga. De ti.
 Cresces agora tantas vezes contra mim (sinal de uma adolescência saudável), enervas-me, questionas-me, exasperas-me. Como num regresso ao berço inicial, estou tantas vezes a olhar para ti, entre o riso e o choro, tentando dar o meu melhor perante a intensidade da tua adolescência. 
Quantas vezes no olho do furacão das nossas discussões me mordo de riso sem nunca denunciar, quando tão impertinente argumentas, com audácia e inteligência.

Saberás que estremeço de orgulho ao ouvir-te, feminista de nariz empinado, explicar às tuas amigas que as mulheres têm de se proteger e se unir: não há outra forma. Que quem se cala perante umaa injustiça ou uma maldade, está a ser cúmplice do agressor. Que não somos princesas, somos guerreiras.

E somos, filha. Guerreiras.

Fazes 13 anos e eu não estou fisicamente ao pé de ti hoje. É a primeira vez que isso acontece.
Ser tua mãe é a maior felicidade da minha vida.
A tua gargalhada louca que me resgata dos sítios mais escuros, esse cabelo em permanente desalinho, olhos gigantes e intensos a engolir o mundo desde o primeiro momento. A forma como te confundes com a natureza quando danças, meu grilo vegetariano e inquieto.

Parabéns, meu amor!
Hoje vais encher um palco e lá está: dançar. Eu não vou estar lá para te ver, mas quando o vento quente me soprar na cara a meio do dia de trabalho, do outro lado do país… acredita que saberei de onde vem. E nesse momento vou fechar os olhos e dançar contigo. Ao mesmo ritmo. Aliadas e cúmplices. Como só nós sabemos ser.

Ler artigo completo ...