DIREITO DE MATAR

1013
Foram oito assassinatos que não deixaram história, até por terem todos a história mais do que contada. Elas, entendidas por vítimas por escolha própria, terminaram a relação, abandonaram o lar, não aceitaram continuar a ser maltratadas, enfim, tiveram a iniciativa de se libertarem e ninguém lhes disse que tinham perdido esse direito.

Ler artigo completo ...