DIÁRIO DE UMA FIBROMIALGIA QUE NÃO ME VENCE! – PARTE II

1450

Entrei rapidamente na casa de banho e tentei enxugar-me ao máximo mas, claro, em vão. Perguntei a mim mesma uma vezes “porque é que não trouxeste as coisas para tomares aqui banho?”. Tudo o que eu queria e necessitava naquele momento era de água quente, bem quente mesmo.

Ler artigo completo ...