CAPAZES CHAMADAS AO CAIS

1696

A vida é feita de sonhos e, enquanto sonhamos, vivemos de forma mais plena e inteira.

Ser directora de um número da revista Cais é um sonho concretizado por duas razões diferentes: a primeira prende-se com o facto de eu ser, desde o primeiro momento, uma admiradora incondicional deste projecto, tão inovador como belo, pelos seus tão nobres objectivos de valorização social de pessoas que, por algum motivo, foram marginalizadas e cuja esperança de reabilitação para o mundo activo estavam diminuídas. Um projecto que através da responsabilização e do trabalho digno, devolve a quem por vezes tudo perdeu a possibilidade de encontrar novas âncoras para atracar num porto mais seguro e reconstruir um projecto de vida outrora perdido.

Ler artigo completo ...