ÀS NOSSAS CAPAZES

1079

Durante muitos anos rejeitei a celebração do Dia Internacional da Mulher. Para além do óbvio aproveitamento comercial que é feito desta data, irritava-me a necessidade de se definir um dia específico no calendário para homenagear as mulheres, como se disfarçadamente se sublinhasse a menorização, o desfavorecimento e a desigualdade do seu papel na sociedade. No entanto, a experiência de vida e o filtro feminista que tanto altera a forma como olhamos o mundo fez-me mudar de perspetiva e passei a encarar o 8 de Março como o dia em que nós, mulheres, nos unimos para reafirmar a nossa vontade de lutar pela igualdade, pela liberdade, pelo fim da violência de género, por um futuro mais justo e feliz para as novas gerações, aproveitando para relembrar aquelas que antes de nós foram desbravando caminho com notáveis conquistas.

Ler artigo completo ...