8 DE MARÇO. DIA INTERNACIONAL DAS MULHERES por Sara Falcão Casaca

408

Todos os dias as notícias confirmam que o direito universal à educação não está garantido, à semelhança do que sucede com o direito à saúde sexual e reprodutiva. Morrem no mundo, diariamente, cerca de 800 mulheres devido a problemas decorrentes da gravidez ou do parto. Hemorragias, infeções e VIH estão entre as principais causas, a que se soma a enorme fragilidade do seu estado de saúde em geral. Estima-se que cerca de metade das mulheres grávidas na Ásia do Sul e na África subsaariana tenham anemia, sobretudo devido a má-nutrição. As desigualdades de género e o estatuto de inferioridade agravam e perpetuam as assimetrias no acesso aos recursos, negando a muitas mulheres os cuidados básicos de alimentação e saúde.

Ler artigo completo ...